Iris Rezende deixa saúde municipal entrar em verdadeiro colapso: Maternidade Dona Iris fecha as portas nesta segunda-feira e expõe inoperância da atual gestão do PMDB

A partir desta segunda-feira a Maternidade Dona Iris vai suspender os atendimentos. A unidade de saúde só vai receber emergência. A maternidade está atolada em dívidas que somam R$ 24 milhões, os repasses estão atrasados, faltam insumos e os funcionários recebem salário irregularmente.

Grande parte do problema é de responsabilidade do ex-prefeito Paulo Garcia (PT), mas Iris Rezende (PMDB) se mostra inoperante e pouco afeito a negociar com os administradores e gestores da unidade.

Só restou, então, fechar as portas porque não há mais condições de manter o funcionamento.

Lamentável. Uma mancha e tanto neste começo de gestão de Iris, ainda mais que a unidade leva o nome da primeira-dama.