Mais um decretão de Iris Rezende demite 600 trabalhadores da Comurg, anuncia presidente da companhia no DM

Está no Diário da Manhã deste domingo: o presidente da Comurg, Denes Pereira, anuncia que 600 trabalhadores, ocupantes de cargos comissionados, foram demitidos. Trata-se de uma decretão do prefeito Iris Rezende (PMDB) nesta gestão.

O primeiro foi o que colocou na rua quase 1.000 estudantes estagiários. O que mais chama a atenção é que esses comissionados da Comurg foram demitidos sob a justificativa do corte de gastos, porém na semana passada estourou mais um caso de salário milionário na companhia. O diretor Ormando Pires, ex-presidente da Comurg, ganhou mais de R$ 20 mil de salário em fevereiro.