Afonso Lopes: “Drama da oposição, em Goiás, é a falta de formulação de ideias e a ausência de debate sobre um projeto alternativo de governo”.

A oposição perde eleições há quase 20 anos para o grupo do governador Marconi Perillo e parece ainda não ter encontrado uma saída para se renovar, corrigir suas falhas e viabilizar uma vitória eleitoral depois das 5 derrotas estaduais consecutivas que coleciona.

Uma das razões para o insucesso da oposição é a preferência pela discussão em torno de nomes, sem nenhum aprofundamento no campo das ideias e das propostas para o futuro do Estado.

É o que diz o traquejado comentarista Afonso Lopes, em artigo no Jornal Opção, última edição. “O grande drama sempre vivido pela oposição em Goiás é a falta de formulação de ideias e a ausência de debate sobre um projeto alternativo de governo”, escreve o jornalista.

Previsão final de Afonso Lopes: “Se não quiser perder mais uma vez, e obviamente que não quer, os grandes nomes da oposição” precisam abrir mais o debate interno, renovar a prática das discussões e criar assim um celeiro de ideias que possa ser oferecido como opcional para os eleitores goianos no ano que vem. De outra forma, o eleitor vai continuar com uma só opção, que no confronto entre riscos e certezas, tem beneficiado o grupamento político liderado por Marconi Perillo”.