Bate até na própria sombra: novo arranca-rabo de Caiado é com Rodrigo Maia, seu companheiro de partido

O senador Ronaldo Caiado (DEM), que não consegue ser amigo de ninguém, entrou em mais uma briga no Congresso Nacional. Desta vez, com o companheiro de partido e presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a quem chamou de “desleal”.

O motivo do arranca-rabo foi a decisão de Rodrigo Maia, anunciada pelo próprio deputado no Twitter, de recusar a Medida Provisória que alteraria o texto da reforma trabalhista depois que o texto foi aprovado em plenário. Caiado diz que havia acordo para a MP ser acatada. “É inadmissível que um presidente da Câmara venha agora, depois da matéria votada, dizer que é um retrocesso aquilo que foi acordado”.

“A declaração do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, surpreendeu a todos nós porque indiscutivelmente foi uma descortesia, uma deselegância com o Senado”, vociferou o senador.