Rei do oportunismo: Caiado ataca Temer em Brasília, mas em Goiás diz que nunca vai de separar do PMDB

O eleitor de Goiás que espera o mínimo de coerência dos seus políticos precisa observar com atenção a movimentação oportunista do senador Ronaldo Caiado (DEM) neste período pré-eleitoral. Em Brasília, para agradar a opinião pública, ele ataca impiedosamente o presidente Michel Temer, mas em Goiás afirma que nunca vai se separar do PMDB.

Afinal de contas, Caiado está ou não está com o PMDB?

Caiado quer o bônus do casamento, não o ônus. Quer o apoio dos prefeitos que o PMDB tem no interior e dos deputados estaduais. Quer o tempo de TV que o seu nanico DEM quase não possui mais. Mas não quer vincular-se à imagem do líder maior do PMDB, Temer, cuja reprovação ultrapassa os 90%.

Esperto, não é? É o rei do oportunismo e da incoerência.