Sujo e o mal lavado: PMDB dispensa PT depois de PT chamar PMDB de golpista

Duas semanas depois de o deputado federal e mandachuva do PT em Goiás Rubens Otoni dispensar a aliança com o PMDB para o ano que vem e chamar os companheiros do presidente Michel Temer de “golpistas”, entre eles o deputado federal Daniel VIlela, o deputado estadual José Nelto dá o troco na coluna Giro, do jornal O Popular, desta terça-feira e diz que o PMDB também não quer aliança com o PT

“A aliança com o PT em Goiás está descartada para 2018. Nossas bases não querem. Aliás, acabou desde a eleição estadual de 2014”, afirma Nelto, que é cabo eleitoral do senador e pré-candidato a governador Ronaldo Caiado (DEM).