Fabiana Pulcineli escangalha Ministério Público e diz que arquivamento de ação sobre Celg “diz muito” sobre ele

A jornalista Fabiana Pulcineli está inconformada com o despacho do promotor Eliseu Belo que arquivou a representação do senador Ronaldo Caiado (DEM) contra o governo de Goiás por suposto uso eleitoreiro do dinheiro da privatização da Celg. O arquivamento, na opinião dela, “diz muito” sobre o Ministério Público.

Confira o post que ela publicou no Facebook:

Fabiana Pulcineli
Ontem às 11:50 ·
Ao arquivar pedido de representação do senador Ronaldo Caiado (DEM) para acompanhamento da aplicação de recursos da privatização da Celg D, a Suprocuradoria Geral de Justiça de Goiás apresenta três argumentos, segundo matéria do Popular:

– O pedido é baseado em matérias jornalísticas e especulativas. Uai, no Brasil inteiro eu vejo investigações do MP a partir de matérias jornalísticas. Aqui isso é problema.

– O governo Marconi Perillo “foi transparente na apresentação das obras que receberão os recursos públicos com Decreto Estadual que detalhou obras prioritárias”. O procurador só não tem a informação de que o decreto foi alterado pouco tempo depois, com mudanças das obras e nenhuma transparência sobre os motivos.

– “Ademais, a aplicação de tais verbas conta com a fiscalização do Tribunal de Contas do Estado”. Essa nem merece comentários.

Não vi o documento completo do senador Ronaldo Caiado e é claro que, oposicionista que é, usa tom político acima de argumentos técnicos. Agora, essas justificativas para arquivar o pedido dizem muito sobre o MP-GO.