Marconi é peça-chave para pacificar o PSDB, dividido entre aliados de Aécio e de Tasso Jereissati

O governador de Goiás, Marconi Perillo, deve emergir como tertius na disputa entre os chamados grupos dos cabeças-pretas e dos cabeças-brancas no PSDB. Ele tem sido visto como figura central para o processo de pacificação do partido, de acordo com nota publicada na coluna Expresso, no site da Revista Época.

Confira a nota:

O governador de Goiás, Marconi Perillo, tem sido orientado a não embarcar na sanha dos que querem tirar o senador Tasso Jereissatida presidência interina do PSDB. Um tucano diz que há chance de Perillo ter o apoio tanto do senador Aécio Neves, atual presidente licenciado do partido, quanto do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para comandar – ou indicar quem comande – a legenda a partir do ano que vem. A ala pró-governo e anti-Tasso Jereissati tem tentado seduzi-lo.