Discurso econômico de Danielzinho é “tíbio” e “inconsistente”, dizem economistas ao Opção

Economistas ouvidos pelo Jornal Opção afirmam que o discurso econômico do deputado federal Daniel Vilela (PMDB), pré-candidato a governador, é “tíbio” e sua interpretação do que ocorre em Goiás, em termos de crescimento econômico e desenvolvimento, é “equivocada ou, politicamente, mal intencionada”.

Economistas dizem também que o deputado às vezes demonstra ingenuidade. “Não dá para aprender no governo”, afirma um professor da PUC. Ele faz parte um grupo que está recolhendo entrevistas e declarações do filho do ex-governador Maguito Vilela para verificar a consistência do seu discurso. “Até agora, pelo menos, não ficaram satisfeitos com o que colheram”.

Confira abaixo um trecho da nota: 

O doutor da PUC sugere que o peemedebista parece não ter uma visão “estrutural” da economia e das conexões entre economias regionais e nacional e, ao mesmo tempo, das especificidades delas.

“O governo de Marconi Perillo pode e deve ser criticado. Mas o que estamos percebendo é que Daniel Vilela e o próprio Ronaldo Caiado (DEM) não têm noção precisa a respeito do que ocorreu e está ocorrendo na economia de seu próprio Estado. Eles até podem fazer a crítica política, em virtude das proximidades das eleições, mas precisam estudar mais a fundo o que a economia está dizendo. Se não fizerem isto, se não entenderem as generalidades e as filigranas do que acontece em Goiás, especialmente na economia, terão dificuldade de formular uma crítica verdadeira e consistente”, avalia o scholar.