Dona Iris diz que pediram a ela para maneirar na baixaria, mas que não mudará estilo

Em uma sequência de posts publicados nas redes sociais, a pré-candidata a deputada federal e primeira-dama de Goiânia, Dona Iris (PMDB), admitiu ter recebido pedidos para que promova menos baixaria contra os seus adversários. Ela afirma, no entanto, que não enxerga os ataques como baixaria, mas como “compromisso em dizer a verdade”.

“Ando ouvindo por aí que campanha política não pode ter xingamentos e etc e tal…concordo, mas compromisso em dizer a verdade é outra coisa”, afirma a primeira-dama. “Geralmente tal argumento é sempre usado por aqueles que estão na iminência de sair e não querem que o povo saiba dos desmandos praticados. O debate de alto nível não exclui o direito do povo saber de fatos que possam ser devidamente esclarecidos para que o voto seja consciente”.

Ao contrário dela, o marido, prefeito Iris Rezende (PMDB), tem se pautado pela construção de um relacionamento que é verdadeiramente de alto nível com o governador Marconi Perillo (PSDB). Iris inclusive esteve com o tucano na recém-inaugurada Estação de Tratamento de Água (ETA) Mauro Borges e afirmou que Marconi é político “visionário”.