Diagnóstico do caos: equipe medíocre, interferência de Dona Iris e estilo arcaico de administrar são as principais causas do fiasco de Iris

Três fatos fundamentalmente são decisivos para o fracasso administrativo de Iris Rezende nestes primeiros nove meses de gestão na Prefeitura de Goiânia:

1. O prefeito escolheu numa equipe medíocre, sem capacidade administrativa, visão míope da cidade e despreparo total;

2. Interferência de dona Iris Araújo, que só pensa na eleição para deputada federal e promove perseguição a quem não apoia seu projeto eleitoral, além de dar pitacos equivocados na gestão;

3. Por fim, o estilo arcaico de administrar do prefeito Iris, que só olha pro passado e não se adaptou aos tempos modernos.

Com esses ingredientes, não poderia dar certo, mesmo.