Ao contrário do que apregoa, Dona Iris nunca teve luz própria e sempre se escorou no prestígio do marido Iris

Se não fosse o marido Iris Rezende, dona Iris Araújo, que se classifica como a melhor das defensoras das causas da mulher, nunca teria conquistado cargos eletivos e alcançado postos na vida política.

No conjunto da sociedade, tem atuação nula e não é respeitada por quem milita nas causas das mulheres.

No próprio PMDB, é vista como autoritária e egocêntrica.

Essa é a verdade nua e crua.

O resto é bajulação de assessor e perfumaria barata.