PT conspira para romper acordo com o PMDB e lançar Gomide em 2014

A jornalista Lênia Soares revela em seu blog que o PT está conspirando abertamente para romper o acordo de apoiar um nome do PMDB em 2014. O acordo foi feito na eleição de 2012 em Goiânia, o que garantiu o apoio do PMDB a Paulo Garcia.

A contrapartida seria o apoio petista ao nome peemedebista em 2014.

Mas o PT cresceu o olho e quer lançar Antônio Gomide. Para isso, realiza encontros no interior do Estado. O PMDB que coloque as barbas de molho com o aliado.

 

Veja o que diz a jornalista:

 

Gomide cresce no PT

Escrito por Lenia Soares – Publicado em 05 Maio 2013.

O prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT), tem demonstrado forças para vencer a primeira batalha da guerra que envolve a eleição de 2014: a disputa interna.

Entre os militantes do PT, Gomide é o nome aclamado para ser o próximo candidato ao governo de Goiás. Uma vitória que não pode ser ignorada dentro do contexto em que partidos brigam entre si para decidir quem é o melhor representante.

A vantagem do petista se estende ainda a uma certa maturidade no discurso.

Cauteloso, Antônio Gomide não deixa de ressaltar a prioridade que é manter o grupo de oposição unido para o próximo ano.

“O PT apresenta seus nomes e trabalha para que todos os partidos da base estejam unidos em 2014. Aquele, cujo candidato representar as melhores condições para unir a base, vencer e governar deve ser o candidato”, disse, durante um encontro do partido em Caldas Novas, neste domingo, 5.

Gomide falou mas continua sem admitir entrar na disputa. Estratégia. Silêncio. Tempo ao tempo.

O seu comportamento, porém, não nega. É um potencial pré-candidato.

Acompanhe reportagem do site aparecidanet.com com as informações do encontro de hoje:

Abaixo, na íntegra, e AQUI.

 

Gomide: Prática vale mais que propaganda

A prática é mais forte do que o discurso. A assertiva do prefeito de Anápolis, Antonio Roberto Gomide, sinaliza a disposição do PT em fazer comparações de projetos em Goias.

Aclamado pela militância petista no encontro do partido, que reuniu militantes de onze municípios em Caldas Novas, neste domingo, Gomide vai se firmando como alternativa do PT à sucessão estadual.



À frente de uma administração vitoriosa, Gomide é pragmático: “Quando se realiza, tem-se algo que é mais forte do que qualquer discurso de campanha, do que qualquer propaganda”, constata.



Reeleito com a maior votação proporcional do país, com 89% dos votos, 
Antonio Roberto Gomide diz que governar é buscar soluções, e não desculpas para os problemas. Cita como exemplo a epidemia das drogas que acomete todos os municípios. Para combater drogas, não adianta falar, apresentar estatísticas, tem é que incentivar o esporte, fazer as escolas em tempo integral”, opina.



O mesmo pragmatismo ele aplica a politica. Avalia que não basta apenas a oposição apontar os erros do atual governo, é preciso avançar. “Temos condições de ganhar, sabemos quem é o adversário, sabemos o CNPJ dele, que é o PSDB. Temos que dar a vitoria para a presidenta Dilma Roussef e mostrar ao povo que o governador que for do mesmo lado de Dilma, ou seja, um governador que for do PT, PMDB, PDT, PSC, vai dar um salto de qualidade, realizando em Goias o mesmo que é feito pelo governo federal no Brasil”, sustenta.



O deputado federal Rubens Otoni lembra que o PT foi o partido mais votado no Brasil e em Goiás nas ultimas eleições E por isto não pode faltar ao debate sobre 2014 apresentando seus nomes. “Tanto o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, quanto o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, são administradores com serviços prestados e capacidade para governar Goiás”, afiança. 



Otoni ressalta, no entanto, que as definições sobre chapa acontecem somente no próximo ano. “O PT apresenta seus nomes e trabalha para que todos partidos da base estejam unidos em 2014. Aquele partido cujo candidato representar as melhores condições para unira base, vencer e governar deve ser o candidato”, conclui.