Mortes em rodovias estaduais caem graças aos radares que Caiado e Delegado Waldir querem destruir

Tratados pelo senador Ronaldo Caiado (DEM) e pelo deputado federal Delegado Waldir (PR) como meras máquinas caça-níquel do governo do Estado, os radares de velocidade foram responsáveis pela significativa redução no número de mortes em rodovias estaduais neste feriado.

Foram duas mortes registradas entre quinta-feira e domingo, o que é bem menos do que os 12 óbitos registrados no feriado de sete de setembro.

A operação da Polícia Rodoviária estadual contou com mais de 600 policiais militares rodoviários, 25 radares portáteis e 36 etilômetros. Deveria se chamar “operação cala-boca Caiado e Waldir”.