Golpe de Danielzinho e Dona Iris nas pílulas do PMDB revolta bancada de deputados do partido na Assembleia

A bancada de deputados estaduais do PMDB está enfurecida com o presidente da legenda, Daniel Vilela. O motivo: apenas ele e a primeira-dama Dona Iris, candidata a deputada federal no ano que vem, estrelaram as pílulas do partido em Goiás, que ao ar na TV semana passada.

Foi um golpe dos mais absurdos, costurado por Daniel para garantir o apoio do casal Iris à sua candidatura a governador.

Mas, como o cobertor é curto, Daniel irritou muita gente graúda para saciar a sede por holofotes da primeira-dama. O assunto deu origem a um bate-boca intenso numa reunião que aconteceu na quinta-feira.

O motivo da irritação dos parlamentares não é apenas a pílula, importante dizer. Eles estão vendo que Daniel está muito preocupado com o seu próprio projeto pessoal e em se aproximar do casal Iris, esquecendo-se de cuidar do resto do partido. O resultado disso é que a chapa de candidatos a deputado federal e estadual do partido está fraquíssima até agora.

A informação é da coluna Giro, do jornal O Popular.