Goiás será 1º estado a zerar número de famílias em situação de vulnerabilidade

Goiás será o primeiro estado do país a zerar o número de famílias em situação de vulnerabilidade social. O Renda Cidadã, criado pelo governo de Goiás, e que até agora beneficiava cerca de 70 mil famílias, foi ampliado dentro do Goiás na Frente Terceiro Setor-Social, e atenderá 100 mil assistidos. Após passar por reestruturação, a iniciativa elevou ainda o valor do repasse, que era de R$ 80 e passou para R$ 100. “Essa agenda é voltada para a cidadania”, afirma o vice-governador Zé Eliton, coordenador-geral do programa.

“A meta é zerar, até o final 2018, o número de famílias em situação de vulnerabilidade social no estado”, diz Zé Eliton.  “Somos pautados pelo respeito e pela ação construtiva, tendo por base uma nova política, que ampare aos que mais precisam”, afirma. “Semeamos a semente da esperança dentro de um estado que constrói obras importantes e amplia ações de proteção e amparo aos que mais precisam”, destaca.

Lançada pelo governo do Estado em outubro de 2017, a vertente social do programa Goiás na Frente destina R$ 60 milhões para ampliação de atendimentos dos programas sociais do Estado, a exemplo do Renda Cidadã e Cheque Reforma. Dentro deste programa, a Agehab conta com R$ 30 milhões para promover a reforma de 10 mil moradias precárias. O objetivo é priorizar nesse primeiro momento o atendimento às famílias com portadores de necessidades especiais para que possam readequar as moradias, assegurando condições de acessibilidade.