Iris e Caiado não têm projeto de governo, mas de poder, diz editorial

Por trás da guerra entre Iris Rezende e Daniel Vilela pelo comando do MDB não está o debate de ideias ou planos para o governo, mas sim um projeto de poder. A diferença entre um e outro é gritante, como mostra editorial publicado neste domingo pelo jornal Opção.

Iristas e caiadistas não têm, por exemplo, uma proposta para substituir o Bolsa Universitária do governo atual, ou para o Cheque Moradia. O interesse é apenas o de ascender ao poder e encher o bolso. E Iris apoia a investida porque ele e seu grupo sabem que só retomarão o controle do MDB – hoje nas mãos de Daniel – se conquistarem o governo ou o candidato a governador.

Caso contrário, o velho cacique e seus epígonos – Adib Elias, Paulo do Vale e Ernesto Roller – serão atropelados pelo vilelismo. Clique aqui para ler o editorial na íntegra.