Maternidade Dona Iris deixa gestante 15 horas na recepção, mas nega falta de médicos

O caos reinou na maternidade Dona Iris neste sábado. Houve caso de gestante – com gravidez de risco – que aguardou 15 horas na recepção até conseguir atendimento.

A crise é resultado do profundo corte de gastos promovido pela prefeitura de Goiânia na área de Saúde. Curioso é que, apesar da enorme fila de pacientes à espera de solução para os seus casos, a maternidade disse em nota – encaminhada à TV Anhanguera – que não há falta de médicos.

Clique aqui para assistir.