Pacientes com câncer credenciados ao Imas, da prefeitura, estão sem atendimento

Pacientes credenciados ao Imas – que é o plano de saúde da prefeitura de Goiânia – que sofrem de câncer disseram à TV Anhanguera nesta terça-feira que tiveram os seus tratamentos suspensos. Motivo: o prefeito Iris Rezende (MDB) não paga os médicos desde julho.

Se um destes pacientes tiver de custear o tratamento com o próprio dinheiro, terá de desembolsar R$ 18 mil por mês.

Apesar do atraso no pagamento dos médicos, a contribuição paga pelos funcionários públicos ao Imas está em dia: todo mês, antes de o salário ser depositado na conta, 4% do valor é descontado pela Secretaria de Finanças.

Os servidores entraram com ação no Ministério Público nesta terça-feira. Clique aqui para assistir à reportagem.