Recado pra Wilder: Balestra diz que bases do PP não aceitam aliança com MDB

O deputado federal Roberto Balestra (PP) garante ser mínima a possibilidade de seu partido passar a compor chapa com a oposição e que a consideração não é feita nas bases da legenda pelo interior do estado.

A informação está na coluna Xadrez, do jornal diário O Hoje.

O deputado afirma que a sigla “se tornou partido de aluguel” e que a imposição de escolhas para a disputa de eleição nunca foi aceita, citando como exemplo a eleição de 2010, em que a cúpula ficou isolada dos prefeitos e lideranças.

“Ditadura sempre existiu. A última foi quando o governador Alcides Rodrigues decidiu ser candidato e nós ficamos fora, apoiando o que indicava o governador Marconi. De cima para baixo e na marra a gente não toma”, afirma.