Daniel: ataque de Adib à Polícia Civil não tem endosso partidário

O Goiás 24 Horas informou, na sexta-feira passada, que o Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepol) enviou ofício ao diretório goiano do MDB exigindo explicações do partido sobre a ameaça que o prefeito de Catalão, Adib Elias (MDB), fez contra o titular da 9ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) em Catalão por causa da prisão de dois companheiros seus suspeitos de praticarem atentado contra o radialista Ricardo Nogueira.

Nesta segunda-feira, a coluna Giro, do jornal O Popular, informa que o o presidente do MDB em Goiás, Daniel Vilela, enviou e-mail à presidente do sindicato, Silvana Nunes, dizendo que a posição de Adib “não tem endosso partidário”. “O MDB não compactua com ação que represente intervenção política no trabalho da Polícia Civil”.

As declarações que deram origem à polêmica foram dadas por Adib em reunião com aliados e gravada em vídeo. Na ocasião, o prefeito afirma: “Não são os policiais civis, é a direção da Polícia Civil. Vergonhoso, nojento e asqueroso. Esse delegado, diretor aqui, não descobre nem quem matou cachorro”, afirmou, dizendo em seguida que ele é “funcionário do patrão e não da população”. E completou atacando: “espero que em janeiro eu dê a eles o destino que eles merecem em Goiás”.