Estudante agredido por PM em protesto é candidato pelo PT

O estudante universitário Mateus Ferreira, agredido por um policial militar durante uma manifestação em abril do ano passado, se filiará ao PT de Goiás no sábado. Sua pré-candidatura a deputado estadual é articulada com apoio de grupo de professores da UFG.

Matheus tem 34 anos e é estudante de Ciências Sociais da universidade. Ele foi atingido pelo cassetete do policial na Praça do Bandeirante a avenida Anhanguera. Ele ficou 16 dias internado no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) para reconstruir ossos da face.