Exclusivo: em nova reviravolta, Agripino convida Wilder para voltar ao DEM

A cúpula nacional do DEM está disposta a ajudar o senador Wilder Morais a realizar o sonho de disputar a reeleição. O Goiás 24 Horas apurou que um dos cardeais do partido, senador José Agripino Maia (RN), convidou o colega goiano a voltar para a legenda.

Wilder estava no DEM quando assumiu a vaga do cassado Demóstenes Torres. Deixou o partido quando ficou claro que Caiado romperia com a base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB). Nesta quinta-feira ele já estava com a ficha de filiação em mãos, mas ainda não a havia assinado.

Wilder hoje está no PP e não desistiu de convencer o presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira (PI), a apoiar Daniel Vilela (MDB) em Goiás, como ele deseja. Daniel já firmou o compromisso de entregar para Wilder uma das vagas de candidato a senador da sua chapa.

No entanto, Ciro avalia que a satisfação do projeto pessoal de Wilder pode comprometer de forma definitiva o PP em Goiás. É que a prioridade é eleger deputados federais para ampliar a presença no rateio do Fundo Partidário, e a aliança com MDB pode causar o êxodo dos dois parlamentares pepistas da bancada goiana e do suplente: Alexandre Baldy, Roberto Balestra e Sandes Júnior.

Caiado teria dito a Agripino que não faz objeção ao retorno de Wilder ao DEM e que inclusive topa incluí-lo na falta, dada a falta de outros nomes para ocupar o espaço. Mas e o suposto acordo já firmado entre Wilder e Daniel? Seria abortado, já a união dos dois grupos para esta eleição é praticamente impossível.