Sem decisão tomada em convenção, expulsar prefeitos do MDB é imoral e autoritário

É imoral e autoritária a investida do deputado federal Daniel Vilela (MDB) para expulsar 5 prefeitos do MDB que declararam apoio à candidatura de Ronaldo Caiado (DEM) a governador. 

Os 5 serão expulsos porque defendem uma tese diferente da de Daniel, apenas isso. Eles não desrespeitaram diretrizes estabelecidas por convenção partidária pela simples razão de que a convenção só acontecerá em julho. 

Até lá, o que existe é o debate de ideias. Daniel, se fosse democrático, incentivaria a pluralidade em vez de expulsar vozes dissonantes.

Não é crime defender caminhos diferentes numa discussão partidária. Os que caminham para o cadafalso são Adib Elias (Catalão), Ernesto Roller (Formosa), Paulo do Vale (Rio Verde), Fausto Mariano (Turvânia) e Renato de Castro (Goianésia). 

Compartilhe