Daniel refuta diálogo com base governista

Nota principal de Giro, em O Popular, destaca que o deputado federal Daniel Vilela, presidente do MDB goiano e pré-candidato ao governo, refuta a possibilidade de abertura de diálogo com o PSDB do governador José Eliton, que, conforme publicado ontem, disse estar “pronto para conversar” com a sigla.

“Não existe possibilidade de aliança. Essa conversa só se dará no momento de transição do governo dele para o nosso. Quem tem essa relação de proximidade é o Caiado, que era aliado até há pouco tempo. A prova viva dessa relação umbilical é o próprio José Eliton”, diz o emedebista, em referência ao senador Ronaldo Caiado (DEM), também pré-candidato ao governo, que indicou Eliton para a chapa do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) em 2010.

Para Vilela, o tucano representa uma “política atrasada, de continuidade”. “Tanto é que o primeiro ato ao assumir o governo foi nomear o cunhado do ex-governador para um cargo vitalício”, critica, citando a indicação de Sérgio Cardoso para o Tribunal de Contas do Município (TCM).