Em 7 meses, Baldy garante R$ 507 milhões para saneamento em Goiás

Nos quase sete meses como ministro das Cidades, Alexandre Baldy viabilizou R$ 507 milhões em investimentos na área de saneamento básico em Goiás. Nas redes sociais, o ministro afirmou que para cada R$ 1 investido em esgoto e abastecimento de água o poder público econômica R$ R$ 4,3 em saúde. 

Baldy foi decisivo para viabilizar a ampliação do Sistema de Água de Aparecida de Goiânia no final do ano passado, que vai garantir com que o município seja todo abastecido pelo novo Sistema Mauro Borges (substituindo o sistema Lajes e demais existentes), além de levar água e esgoto a regiões atualmente não abastecidas.

Para Anápolis, o ministro reservou R$ 114 milhões, que estão sendo empregos na ampliação, melhoria e reestrtuturação do Sistema de abastecimento de água do município, compreendendo a extensão das captações Piancó I e II, implantação de novo módulo de tratamento para a ETA Anápolis (incremento de 400 litros por segundo), centros de reservação, elevatórias de água e remodelação e ampliação das redes de distribuição. 

Para Trindade, por exemplo, o ministro liberou mais de R$ 26,5 milhões.  maior parte deste valor (R$ 22,9 milhões) será usada na construção de uma adutora de água tratada de 2,9 mil metros. A obra contemplará não só Trindade, como também Goiânia, Aparecida e Goiânia. 

O ministro garantiu outros R$ 57,2 milhões para Luziânia, no entorno de Brasília. Os recursos são referentes às 2ª e 3ª Etapas da obra de Saneamento Integrado nos Parques Alvorada I, II e III e Parque JK, e contempla esgotamento sanitário, manejo de águas, obras de pavimentação asfáltica e a construção de uma escola. Também no Entorno do DF, Baldy foi a Santo Antônio do Descoberto liberar R$ 16,6 milhões para rede de saneamento integrado. 

Entre os municípios contemplados estão Palmeiras de Goiás, Simolândia e Uruaçu, onde o ministério participa da formulação do Plano Municipal de Saneamento Básico; e obras físicas nas cidades de Guapó, Mossâmedes, Uruana, Urutaí, Acreúna, Alvorada do Norte, Aragoiânia, Campo Alegre, Diorama, Divinópolis, Faina, Israelândia, Mossâmedes, Mundo Novo, Niquelândia, Nova Crixás, Posse, Rialma, São Luís dos Montes Belos, Vila Boa e São Miguel do Araguaia, entre outros.