Ele não muda: Iris conta histórias do tempo da Arca de Noé em prestação de contas

Numa sessão que deveria se destinar à prestação quadrimestral de contas da prefeitura de Goiânia à Câmara Municipal, o prefeito Iris Rezende (MDB) outra vez cansa os vereadores com historietas do tempo do mil-novecentos-e-guaraná-com-rolha. 

No plenário, a maioria já sabia o que viria adiante quando o emedebista começou a contar fatos relativos a Hélio Seixo de Brito e Pedro Ludovico Teixeira. Muita enrolação e pouca informação útil para cidade. 

Talvez seja estratégia para fugir do debate sobre os problemas da Capital.