Vassil: chapa “marconista” de Caiado fortalece discurso de oposição verdadeira de Daniel 

O jornalista político Vassil Oliveira não tem dúvida: o senador Ronaldo Caiado (DEM) formatou uma chapa de candidatos com cheiro e DNA do Tempo Novo, sem qualquer identidade com a oposição em Goiás, especialmente a movida pelo MDB.

Para Vassil, a chapa “marconista” de Caiado fortalece o discurso de oposição verdadeira do pré-candidato a governador Daniel Vilela (MDB).

“O deputado estadual Lincoln Tejota (PROS), apresentado como vice, e o senador Wilder Morais (DEM) estão na raiz do marconismo, que é a aliança liderada desde 1998 pelo ex-governador Marconi Perillo (PSDB)”, escreveu o jornalista.

Ele completa que deve ser somado a isso o fato de que o DEM de Caiado, até 2014, esteve na base do governo, e o pré-candidato a senador  da chapa de Caiado, Jorge Kajuru (PRP) não ter qualquer ligação com a oposição histórica do MDB.

“Tem-se, então, uma chapa que se desenha para um cenário de marconistas X marconistas, e não de oposição X marconistas”, afirmou.

Para emedebistas que conhecem bem o funcionamento da legenda, desdobra Vassil, Caiado não só perde o discurso de oposição como “abre espaço a Daniel Vilela para convencer de forma definitiva a base do partido de que, com Caiado, o MDB não chega ao poder”.

“Chegará, sim, uma ala dissidente do ‘tempo novo’ apoiada, por sinal, por dissidentes do MDB que tem, em sua maior parte, DNA no ‘tempo novo’, com exceção do prefeito de Catalão, Adib Elias”.

Leia a íntegra do artigo de Vassil Oliveira clicando aqui.