Se depender do Ministério Público, Professor Alcides não será candidato

Alcides Ribeiro Filho (PP), conhecido como Professor Alcides, teve sua candidatura impugnada pelo Ministério Público Eleitoral baseado na Lei da Ficha Limpa. Professor Alcides quer ser candidato a deputado federal na base emedebista, mas tem condenação por excesso de doação em campanhas eleitorais.

O Ministério Público Eleitoral impugnou 12 pedidos de registros de candidatura de políticos inelegíveis com base na Lei da Ficha Limpa. As contestações dos registros se referem a sete candidatos ao cargo de deputado estadual, quatro a deputado federal e um para senador.

As impugnações pelo MP Eleitoral deram-se por razões diversas, como rejeição de contas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ou pelo Tribunal de Contas da União (TCU); condenações por ato de improbidade administrativa, pela prática de crimes comuns e eleitorais e por excesso de doação em campanha.

Agora, cabe ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidir se acata a impugnação.