Marconi inocente: Bordoni já foi condenado em processo que virou notícia nesta segunda

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) voltou a ser notícia nesta segunda-feira porque a 8ª Vara Criminal aceitou denúncia do Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO) contra ele num processo que envolve o radialista Luiz Carlos Bordoni. No entanto, trata-se apenas de um “ato mecânico”, nas palavras do advogado de Marconi, porque o ex-governador perdeu o foro privilegiado ao renunciar em abril e o processo obrigatoriamente desce para a primeira instância.

Bordoni, inclusive, já foi condenado a indenizar Marconi em razão das falsas acusações. O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirma que o recebimento de processo em primeira instância “é ato mecânico e automático” e que não há fato novo relacionado ao caso. “O recebimento da denúncia contra o ex- governador Marconi é um ato, infelizmente, quase mecânico e automático”, diz Kakay.

“A Justiça de Goiás já condenou o radialista, que mentiu, ao pagamento de indenização por total ausência de provas de sua imputação”, afirma o advogado. “Confiamos no Poder Judiciário e vamos prosseguir, na primeira instância, com a defesa técnica”, disse Kakay.

“A denúncia, além de estar baseada em provas ilegais, não se sustenta pela realidade dos fatos. Fatos estes inclusive já apurados em outras esferas da Justiça Goiana, que há algum tempo já condenou o Senhor Luiz Carlos Bordoni em razão de suas afirmações falsas”, reforça a defesa.