Seguro, bem informado e propositivo, Eliton ofusca adversários em debate da Sagres 730

O governador José Eliton (PSDB), candidato à reeleição pela Coligação Goiás Avança Mais, foi disparado o vencedor do primeiro bloco do debate realizado pela rádio Sagres 730 AM, de Goiânia, na manhã desta quarta-feira. O governador demonstrou muita segurança nas respostas e embates, evidenciou domínio dos temas discutidos e foi o único a apresentar propostas concretas para os temas levantados pelos jovens aprendizes: educação, primeiro emprego, segurança, saúde e transporte público.

A primeira pergunta coube ao estudante Alexandre Pontes de Queiroz, de Aparecida de Goiânia; ele abriu o bloco questionando o Ronaldo Caiado (DEM) a respeito do Ensino Médio, da preparação dos estudantes para o mercado de Trabalho. O candidato, de forma vaga, falou da importância da formação profissional do aluno, do resgate do professor e se comprometeu a lutar pela melhoria da nota de Goiás no Ideb, repetindo o que o governo de José Eliton já vem fazendo – tanto é que a rede pública goiana é líder nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no Ensino Médio e no Ensino Fundamental II, fato inédito no País. O resultado foi divulgado pelo Ministério da Educação no início deste mês.

Evelin Daiane Mendes, de Goiânia, questionou Wesley Garcia sobre suas propostas para ampliar as oportunidades de trabalho para os jovens. O candidato do PSol criticou de forma superficial a política do atual governo ao dizer que o investimento em educação é “pífio”, que os professores perderam a titularidade e estão com os salários congelados. O candidato do PSol ignorou o fato de que o governo garantiu o pagamento do piso salarial aos professores, concedeu o bônus de incentivo, auxílio-alimentação e a proposta de mestrado para todos os educadores da Rede Pública Estadual de Ensino. A presidente do Sintego, Bia de Lima, parabenizou o governador José Eliton e toda a equipe da Seduce, recentemente, “por estarem dando provas de avanços na condução dos projetos da educação”.

José Luiz Mendonça Neto, de Senador Canedo, dirigiu sua indagação a Kátia Maria, sobre suas propostas para a saúde. Kátia Maria não respondeu à pergunta, demonstrando despreparo para o cargo que pleiteia. Ela disse, sem consistência, que levou investimentos para a saúde de Senador Canedo e as únicas propostas que apresentou são cópias do Plano de Governo de Eliton, que já estão em execução, e consistem na descentralização da saúde, com a construção de hospitais regionais e a construção de Unidades de Saúde Especializada no interior. A prova é que o governo Eliton já entregou à população Unidades de Saúde Especializada, com 25 especialidades médicas, além das que estão em fase final de construção. Foi criada ainda uma rede de hospitais de urgências, muitos em funcionamento e outros em fase final de conclusão, como é o caso do Hurso, em Santa Helena; do Hutrin, em Trindade; do Hospital Regional de Luziânia, Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas, a primeira etapa do Hospital de Uruaçu, além do Hugol, maior hospital da Região Centro-Norte do País.

Keven Luan Pimentel Assis, de Goiânia, falou a Daniel Vilela, demonstrando preocupação com os roubos cometidos nos ônibus do transporte coletivo e nas ruas da capital. Daniel Vilela entende que é preciso tirar policiais de funções burocráticas e investir em tecnologia e inteligência, o que demonstra que o candidato não tem capacidade de propor um Plano de Governo de acordo com as necessidades de Goiás, pois tudo o que ele prometeu consta do Plano de Governo de Zé Eliton e já faz parte da política de segurança pública dos governos Marconi Perillo e Zé Eliton.

A PM goiana tem o 2º maior salário do País, perdendo apenas para Brasília, onde a União faz o pagamento do efetivo da Polícia Militar. Nos últimos anos o efetivo da Polícia Militar saltou de 11.952 para 13.830 policiais, com a promoção para cerca de 25,4 mil policiais. No ano passado o governo destinou mais de 12% do orçamento para a segurança, mais de R$ 3 bilhões.

Compartilhe