Iris dá lição de moral em entrevista ao Popular, mas foi delatado por receber R$ 300 mil da Odebrecht

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende(PMDB), recebeu R$ 300 mil de caixa dois da empreiteira Odebrecht para sua campanha de 2010, quando disputava as eleições para o governo de Goiás, segundo colaboração premiada de três delatores.

Um deles, Ricardo Roth, que diz ter intermediado a negociação, afirmou que o valor foi repassado porque era interesse da companhia “manter uma boa relação” com o político.

Iris negou as irregularidades.

Agora, em entrevista ao jornal O Popular, o prefeito se arvora no direito de dar lição de moral, posando de honestão.

A jornalista Fabiana Pulcineli assistiu a tudo calada e não questionou Iris sobre a delação.