“Vou aonde o grupo quiser”, disse Pepê ao jurar fidelidade à OAB Forte de Felicíssimo e Miguel Cançado

Numa curiosa entrevista concedida ao site A Redação, em 2015, o hoje candidato a presidente da OAB-GO, advogado Pedro Paulo de Medeiros, o Pepê, falou sobre sua relação com o grupo da OAB Forte, que dominou a entidade por mais de 20 anos e cujo apoio agora é omitido na campanha da Nova OAB.

Pepê disse na entrevista ser homem de grupo, declarando fidelidade ao grupo da OAB Forte. “Vou aonde o grupo quiser”, afirmou à época, ao comentar a possibilidade de eventualmente disputar o comando da OAB, agora concretizada.

O advogado também frisou que o grupo da OAB Forte “fala a língua da OAB original, que é o ideal da OAB Forte, que nos acompanha há muito tempo.”

Pepê disse que Felicíssimo Senna e Miguel Cançado, expoentes da OAB Forte, “representam a OAB original, a história da OAB, a OAB que trabalha com o advogado, a OAB dirigente, que não descansa, que trabalha o dia inteiro, que comparece a todos os eventos, que discute com todos os organismos sociais e jurídicos e os movimentos sociais.

“Os dois têm o ideal de se doar à OAB. Primeiro a OAB, depois a vida pessoal deles. Então, eles representam o ideal da OAB, sem dúvida.”

Algumas perguntas surgem da leitura da entrevista do advogado ao site A Redação:

1) Pepê continua fiel ao seu antigo grupo, a OAB Forte?
2) A Nova OAB representaria os ideais da OAB Forte?
3) O antigo grupo de Pepê respalda sua candidatura disputa comando da OAB? Se positivo, por que não ele não declara o apoio de advogados como Felicíssimo Senna, Miguel Cançado, Enil Henrique e Henrique Tibúrcio?

Confira o inteiro teor da entrevista de Pepê ao site A Redação clicando aqui.