Caça às bruxas: Caiado pede à Equipe de Transição informação sobre servidores faltosos

Como já era esperado, o futuro governador de Goiás Ronaldo Caiado (DEM) não tem a menor intenção de manter uma relação harmoniosa com os servidores públicos. É o que se extrai da lista de “perguntas certas” enviadas pela Equipe de Transição do demista para o Governo de Goiás. Entre as solicitações está a “relação de servidores absenteístas”.

Em outras palavras, Caiado quer saber quem são e onde estão trabalhando os servidores que “mais faltam ao trabalho”. Talvez a equipe de transição do senador não saiba – o que não seria nenhuma novidade – é que o Executivo há anos já controla a frequência de seus colaboradores efetivos, celetistas, temporários e comissionados, com regras claras para todos e estabelecidas no Estatuto do Servidor.

Por aí já se deduz que o governador eleito nem de longe pretende atacar o cerne do problema com a folha de pessoal, que tem na no déficit da Previdência o maior desafio a ser vencido. Caiado demonstra, isto sim, querer promover caça às bruxas e encontrar “motivos” para forçar a exoneração de funcionários. O velho “pede pra sair”.

Compartilhe