Caiado já avisou aos empresários da Adial que vai acabar ou reduzir drasticamente os incentivos fiscais

Ronaldo Caiado já avisou aos empresário da Adial que vai acabar com o que chama de “farra dos incentivos fiscais”.

Se não extinguir tudo, vai reduzir drasticamente os benefícios, que são o grande atrativo na política de atração de empresas e indústrias para Goiás, permitindo que o PIB do Estado saltasse de R$ 17 bilhões em 1998 para quase R$ 200 bilhões em 2018.

Na campanha, Caiado se comprometeu a não mexer nesta questão.

No Senado, trabalhou, ao lado de José Alves, presidente da Adial nacional, para conseguir a convalidação dos incentivos fiscais.

No momento, Caiado está sendo influenciado pela ex-secretária Ana Carla Abrão (filha de Lúcia Vânia), que sempre trabalhou contra os benefícios, e por auditores da Sefaz, que também são contrários.

Os empresários podem se preparar para os novos tempos sem os incentivos.