Caiado procura, convida, mas não acha nomes de peso para compor o secretariado

Ronaldo Caiado enfrenta dificuldades para a formação da equipe de auxiliares que o ajudará a governar Goiás a partir de janeiro próximo.

Ele quer montar um time de peso, com renome nacional para dar visibilidade à gestão dele em todo o país. O sonho é este, mas a realidade é dura e não permite ao governador eleito realizá-lo.

Por enquanto, Caiado fez um monte de convites, como ele admitiu em entrevista ao jornal O Popular. Ninguém aceitou e ele continua na tarefa inglória de garimpar e convencer quadros de valor a virem para Goiás.

Até agora, em vão.