Caiado começa a descobrir que governar é bem mais difícil do que ganhar eleição

Pouco mais de 40 dias após vencer a eleição em primeiro turno, Ronaldo Caiado começa a perceber que bater os adversários é bem mais fácil do que governar. Principalmente, quando se é estilingue e não vidraça. Agora, as bravatas oposicionistas dão lugar ao choque de realidade.

Os problemas e pressões estão à mesa e não adianta chorar. A população quer resultados. A lua de mel com o governante eleito tem prazo de validade. As faturas começarão a ser cobradas logo, por aliados e pela sociedade.

Por enquanto, Caiado ainda não desceu do palanque, mas já dá para perceber que ele está paralisado pela nova realidade.