Técnico marconista, Adonídio Neto Júnior compõe equipe de transição de Caiado

O servidor da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Adonídio Neto Vieira Júnior, compõe, desde o início de novembro, a equipe de transição criada pelo senador e governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) e presidida pelo senador Wilder Morais (DEM).

A participação de um técnico da administração estadual não seria atípica não fosse por um detalhe que faz toda a diferença: Adonídio é considerado um quadro marconista e integrou o primeiro escalão da Sefaz durante o quarto mandato de Marconi Perillo (janeiro de 2011 a abril de 2018).

A participação de Adonídio na equipe de Caiado é alvo de críticas do deputado federal eleito José Nelto (Podemos), que se elegeu para a Câmara Federal pela chapa caiadista. À coluna Giro, do jornal O Popular, José Nelto condenou, sem citar nomes, a presença de técnicos marconistas na equipe de transição do governador eleito e disse que a comissão opera com “lentidão” e “sem transparência”.

“Aliado de Caiado, o deputado federal eleito José Nelto (Podemos) aponta que técnicos do governo que atuam na equipe de transição do democrata apoiaram Marconi Perillo nas eleições”, afirma o Giro deste domingo. A coluna reproduz a crítica do deputado federal segundo as quais “uma transição que tem gente marconista é questionável”.