Lúcio desmonta propostas frágeis de Pepê e Alexandre: “Tudo na gestão será de graça. Por isso, eles quebraram a OAB”

Ao longo do debate na TBC, Alexandre Caiado e Pedro Paulo de Medeiros criticaram taxas e cobranças feitas em órgãos da OAB Goiás, como a Casag e a ESA.

O atual presidente Lúcio Flávio não ficou na defensiva e reagiu às críticas dos rivais. “Tudo na gestão deles vai ser de graça. É por isso que eles quebraram a OAB”, disse.

Quando assumiu a Ordem em 2016, Lúcio herdou uma dívida de R$ 23 milhões.