Preocupante: Caiado deixa Educação de fora da primeira parte da equipe anunciada

A primeira parte da equipe anunciada pelo senador e governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) nesta terça-feira deixou de fora nada mais nada menos do que o futuro titular da Educação. O adiamento da escolha do titular da pasta desagradou os sindicatos da categoria e apontou que a área não é prioridade para Caiado.

O governador eleito já informou que vai desmembrar a atual Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), em três pastas, uma para cada área. Há nomes cotados em circulação para todas, mas a decisão de deixar a Educação de lado não deixa de ser uma surpresa, dado avanço de Goiás no setor, expresso pelo primeiro lugar no Ideb em 2014 e 2018.

Com ou sem a Cultura e o Esporte, a Educação tem a maior folha de pessoal e a maior fatia do orçamento – 25% da receita corrente líquida da chamada vinculação constitucional, porcentual mínimo anual de investimento. É a área da gestão que mais pressiona o governo por reajustes e benefícios, sempre com o apoio da população.