Tá pegando mal: secretariado forasteiro de Caiado não tem identidade com Goiás

A verdade é que ninguém, muitos menos os aliados, está entendendo a obsessão de Ronaldo Caiado por escalar gente fora para o primeiro escalão de seu futuro governo. Até agora, a maior parte da equipe anunciada é toda de fora, sem qualquer identidade ou ligação com Goiás. Pastas super importantes, como Educação, Segurança e Saneago, vão ser comandadas por figuras pouco conhecidas nacionalmente e que não sabem nada da realidade de Goiás.

Na prática, Caiado está contrariando o que falou durante toda a campanha. Nos discursos, ele ressaltava que iria “devolver Goiás aos goianos” e o tempo todo valorizava o potencial do Estado e dos goianos. Ao priorizar forasteiros, Caiado menospreza os quadros goianos.

Fica parecendo que nosso Estado é uma currutela qualquer e aqui não existem pessoas estudadas e preparadas para compor um governo. É assustador: como Caiado não conseguiu achar um profissional de educação daqui do Estado para ser secretária. Foi preciso importar uma professora paranaense e que fez carreira em Rondônia para a missão.