Sem previsão de pagamento, servidor terá que se acostumar com explicação em sotaque carioca da nova secretária da Economia

Muita resenha e pouca ação. Essa vem sendo a tônica do governo de Caiado que acaba de começar. Nesta quarta-feira, chamou a atenção o posicionamento frio e extremamente técnico da nova secretária da Economia, Cristiane Schmidt.

A economista, com seu sotaque carioca estridente, falou um monte coisa, mas não garantiu quando será feito o pagamento do salário de dezembro. Cristiane só deixou claro que a prioridade dela e de Caiado é colocar Goiás no regime de recuperação fiscal do governo federal.

O servidor já está bastante preocupado com essa indolência da secretária e de Caiado.