Terror na Agetop: primo de Caiado dá piti logo na chegada, se recusa a entrar em gabinete que era de Jayme e afirma que não receberá ninguém

Quem esteve nesta quinta-feira na recepção ao novo presidente da Agetop, Aderbal Ramos Caiado, saiu horrorizado do encontro. Primo primeiro do governador Ronaldo Caiado (DEM), Aderbal deu um show logo na chegada: estreou de cara feia, xingou palavras impublicáveis quando se deparou com os retratos de Marconi Perillo e José Eliton ainda à parede, se recusou se sentar na cadeira que foi de Jayme Rincón e foi despachar em uma saleta contígua, onde disse que não queria receber ninguém.

O novo presidente da Agetop disse que só se instalaria no gabinete da agência depois que os retratos dos tucanos fossem destruídos e a cadeira de Jayme trocada por outra.

Os servidores estão em pânico.