Exclusivo: Gracinha Caiado e secretária da Fazenda faltam à reunião em que seria discutido o futuro da Bolsa Universitária. Descaso total

A primeira-dama Gracinha Caiado e a secretária carioca da Fazenda, Cristiane Schmidt, simplesmente não deram as caras na reunião programa para esta segunda-feira na Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) em que seria discutido o futuro da Bolsa Universitária com o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Escolas de Ensino Superior de Goiás (Semesg).

Sem diretriz do governo Ronaldo Caiado sobre a continuidade ou não do programa, o Semesg encerrou o dia recomendando às suas 85 instituições de ensino afiliadas que suspendam o recebimento das matrículas dos bolsistas. Com isso, 20 mil alunos beneficiários do programa já estão com um dos pés fora das salas de aula neste primeiro semestre.

Em 18 anos de existência completados no ano passado, a Bolsa Universitária beneficiou 200 mil estudantes em Goiás e é um dos principais legados dos governos de Marconi Perillo (PSDB).