Presidente do Sindepol cobra alternativas para pagamento do salário de dezembro

Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás (Sindepol), o delegado Adriano Sousa Costa afirmou que o servidor público não pode ser responsabilizado com o não pagamento do salário do mês de dezembro. “Essa responsabilidade não pode ser passada para os servidores públicos”, disse.

Adriano participou na manhã desta quinta-feira (10/01) de reunião com o Sindicato dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás (Sindifisco) e com o Fórum de Segurança Pública do Estado de Goiás para deliberar sobre os próximos passos em busca de uma alternativa para que o atual governo de Goiás pague a folha salarial do mês de dezembro dos servidores públicos.

No encontro, ficou decidido que uma nova reunião será realizada nesta sexta-feira. Desta vez o encontro será na Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás (Adpego), às 9 horas. “Essa assembleia geral é importante porque mostra a unidade do servidor público”, afirmou. “O servidor público trabalhou efetivamente no mês de dezembro e merece receber esses valores”, argumentou.