Caiado acumula horas de atraso, deixa convidados esperando, come carne queimada e acaba cancelando parte da agenda improdutiva em Jataí

Foi um rebuliço a passagem de Ronaldo Caiado (DEM) e sua comitiva por Jataí nesta quinta-feira (10). O governador chegou ao primeiro evento, marcado para as 9h30, com quase três horas de atraso, cancelou a agenda seguinte, com o Sindicato de Produtores Rurais, e compareceu ao almoço, servido no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) do município, às 14h, onde teve de comer churrasco queimado.

Não bastasse o enorme atraso, piores do que os chás de cadeira dados por Alcides Rodrigues quando era governador, Caiado deixou os prefeitos da região furiosos com a proposta de parceria para recuperação de estradas vicinais. Pelo convênio apresentado pelo governador, prefeituras e produtores rurais vão entrar com máquinas e combustível o Agetop com a assessoria técnica em engenharia.

É a boa e velha transferência de responsabilidades, que não representa nenhuma vantagem para os prefeitos, que já tem suas próprias assessorias técnicas em pavimentação e abertura de estradas. Um dos presentes fez uma boa análise do convênio meia-boca de Caiado: como o Estado não vai entrar na prática com recurso nenhum, se a parceria não der certo, o que é muito provável, os prefeitos vão carregar a culpa nas costas.

Compartilhe