Sefaz acéfala: supersecretária ainda não nomeou principais nomes da pasta e vêm por aí mais forasteiros. “Chegam na semana que vem”, diz ela

A supersecretária de Economia, Cristiane Schmidt, está lotando a Secretaria da Fazenda (Sefaz) de forasteiros. A auxiliar carioca aguarda a chegada dos forasteiros, enquanto a pasta segue acéfala, sem superintendentes executivos, de administração e finanças, de recuperação de crédito e sem corregedor fiscal, conforme informa a coluna Giro do jornal O Popular desta sexta-feira (11).

“Chegam na semana que vem”, disse a supersecretária à coluna. Na Sefaz, o clima é de apreensão e perplexidade entre os servidores de carreira da pasta. Schmidt protagoniza bate-cabeça diário com o governador e a turma que ela escalou para fechar a folha de janeiro não está dando conta de fechar as planilhas de pagamentos.

A legião de auxiliares forasteiros, que “chega na semana que vem” alheia à realidade fiscal e econômica do Estado, tende a agravar a situação ao cair de paraquedas na gestão.