Exclusivo: terminou agora reunião de dirigentes sindicais da Segurança. Decisão é dar última chance a Caiado

Sindicalistas e dirigentes classistas da Segurança votaram a realização de assembleia geral na terça-feira, para decidir um posicionamento geral dos servidores frente ao não pagamento da folha de dezembro.

Se não houver avanço por parte do governo, tudo indica que haverá indicativo de greve geral — mas esse não é o posicionamento oficial da reunião dos representantes dos servidores agora reunidos.

Ficou definido que na segunda-feira os representantes dos servidores irão na Sefaz acompanhar a reunião com representantes do governo federal e lá será definido o horário da assembleia geral.