Reação do funcionalismo: Associação dos Subtenentes e Sargentos da PM e Bombeiros também impetra mandato de segurança contra calote de dezembro

A reação do funcionalismo estadual contra o calote do governador Ronaldo Caiado (DEM) nos salários de dezembro ganha força nas ruas e no Poder Judiciário. Na tarde desta sexta-feira (11), a Associação dos Subtenentes e Sargentos da PM e Bombeiros Militares do Estado também deu encontrou com Mandado de Segurança no Tribunal de Justiça para garantir o pagamento da folha.

Mais cedo, a Associação dos Oficiais da Polícia Militar impetrou o primeiro Mandado de Segurança para garantia do pagamento da folha de dezembro de 2018. O prazo legal para depósito das remunerações do mês passado venceu ontem, mas Caiado ainda não apresentou nenhuma previsão de quando e como a folha será paga.