Exclusivo: Caiado usa 175 policiais militares na segurança pessoal, da família e do Palácio

Enquanto o sistema de execução penal vive de tensão por conta da demissão de 856 agentes penitenciários temporários, a família de Ronaldo Caiado (DEM) está muito bem protegida da violência dentro dos muros do Palácio das Esmeraldas. O governador recrutou nada mais nada menos do que 175 policiais militares, das patentes mais baixas a oficiais graduados, para cuidar de sua segurança e de seus familiares.

É o resultado de uma gestão que não está nem aí para as promessas feitas aos cidadãos durante a campanha eleitoral, mostra indiferença ao drama dos servidores sem salários e agasalha a família na gestão, do primeiro ao último escalão do governo. Caiado, tem, sim, direito à proteção do Estado como chefe do Executivo, mas tinha antes de tudo de dar exemplo sem o uso exagerado de policiais ao atendimento de sua vida particular.

Enquanto a sociedade vive em pânico com a insegurança, Caiado e família estão bem protegidos.